Arthur C. Clarke

Arthur C. Clarke (1917- )

Hoje, os 80 anos, o inglês Arthur C. Clarke é um dos mais conceituados, admirados e populares autores de ficção científica deste século. 

Tendo escrito cerca de oitenta livros, que foram traduzidos para mais de trinta idiomas.

 Entre os cientistas, Clarke é respeitado por um outro motivo. Em 1945, com apenas 28 anos, ele escreveu um artigo que é considerado a base teórica para os modernos satélites de comunicação. Clarke previu com rigor científico os satélites e a órbita que os mesmos viriam a ocupar (batizada de órbita Clarke). 

Arthur C. Clarke nasceu em Minehead na Inglaterra em 16 de dezembro de 1917 e vem dedicando toda a sua vida à ciência e sua divulgação. Sua capacidade de prever o futuro é fruto de um profundo conhecimento científico que, levado para seus livros, tornou-o um dos mais bem sucedidos e respeitados escritores de todos os tempos.

Clarke vive no Sri Lanka, antiga colônia britânica ao sul da Índia, para onde se mudou há quarenta anos em busca de sossego. Não conseguiu. Sua casa vive sitiada por fãs e turistas. O escritor paga 1000 dólares mensais só de fax recebidos e enviados para o mundo todo. "Sou um recluso fracassado", diz. Hoje sofre de uma doença conhecida como síndrome de pós-polio, que o obriga a andar em cadeira de rodas. Sua obra de maior repercussão é um grande clássico, não apenas da literatura como também do cinema: 2001  - Uma Odisséia no Espaço (2001 A Space Odyssey - 1968).

 Nenhuma obra foi mais significativa para descrever as possibilidades do homem nesta nova fronteira do que 2001. O filme foi inspirado num conto publicado por Clarke nos idos anos cinquenta intitulado A Sentinela (The Sentinel). 

O filme, dirigido e roteirizado por Stanley Kubrick foi elaborado a partir de instruções de Clarke que escreveu o livro paralelamente ao filme. 

Muito embora a cada passo o livro distanciava-se mais do que viria a ser o filme, apenas como ilustração, no livro a viajem da Discovery é para Saturno e não Júpiter, e envolvia a investigação de Titã e Iapetus (duas das luas de Saturno). Criações como a Discovery, o reticente computador Hal9000 e o misterioso e enigmático Monolito tornaram-se inesquecíveis, reafirmando o gênio de Arthur C. Clarke. À 2001 seguiram-se três outros títulos:
2010 - Uma Odisséia no Espaço II 

(2010: Odyssey Two) Também levado às telas. Com o título de 2010 - O Ano em que faremos contato Na verdade uma continuação do filme e não do livro. O ambiente para a narração é uma missão binacional (soviéticos e americanos) a bordo da nave espacial Cosmonauta Alexei Leonov que parte em direção a Júpiter, a bordo encontra-se o cientista Heywood Floyd. 

Propõe-se a responder algumas das questões deixadas em aberto em 2001. Tais como: Quais são os objetivo ocultos por trás do monolito? 

O que aconteceu com a Discovery e sua tripulação? O que aconteceu em especial a David Bowman? 

Quem, ou o que, era a criança-estrela do final do filme? 

O climax ocorre com a transformação de Júpiter em um mini-sol e o início de um novo tempo para a Humanidade num mundo sem noite.

2061 - Uma Odisséia no Espaço III (2061: Odyssey Three) - Heywood Floyd, agora com 103 anos, volta a cena. Ele parte numa nave em missão turística ao Cometa de Halley, mas acaba indo parar em Europa, o satélite proibido quando uma nave cai alí com seu neto a bordo. O monolito volta a mostrar seu poder a serviço de uma suprema força alienígena que decidiu que a Humanidade terá que, forçosamente, desempenhar um papel fundamental na evolução da Galáxia.

3001 - A Odisséia Final. (3001 - The Final Odissey) - Recentemente lançado, 1997, é aquele que pretende encerrar a saga iniciada em 2001 e dar as respostas finais. Principia com a descoberta do corpo do astronauta Frank Poole, que havia sido abandonado no espaço por uma manobra do computador HAL-9000. Poole é recuscitado com as técnicas da época, onde a rigor a morte não existe mais. Arthur C. Clarke ainda publicou diversos outros Títulos:

(Prelude to space - 1951)

(Islands in the sky - 1952)

(Childhood's End - 1953)

O fim da Infância : A chegada de seres alienígenas na Terra é seguida com o próximo passo na evolução humana em direção a "inteligência cósmica". Esta raça alienígena tem uma incrível semelhança com demônios (vermelhos, chifres, caudas em seta...) e vem para anunciar o fim da infância para a espécie humana.

Luz da Terra (Earthlight - 1955)

(The deep range - 1957)

(The other side of the sky - 1958)

O Outro Lado do Céu:  Coletânea de contos onde estão incluídos dois dos maiores clássicos em matéria de contos de ficção científica: Os Nove Trilhões de Nomes de Deus e A Estrela.

(A Fall of Moondust - 1961)

Os Náufragos do Selene:  Selene é uma nave de turismo que, devido a um acidente na poeira lunar, submerge no Mar da Sede. Em seu interior vinte pessoas lutam para sobreviver à custa de todas as possibilidades.

(Dolphin Island - 1962)

(Of Time and Stars - 1972)

Sobre o Tempo e as Estrelas:  Coletânea de contos que reune contos publicados entre 1949 e 1962.

 

(Rendez-vous with Rama - 1973)


Encontro com Rama:  No final do século XXI após uma trágedia ocorrida com a queda de um meteoro, a Terra cria um sistema de proteção que em 2130 a Terra, detecta uma nave espacial alienígena de 50 quilômetros de extensão penetrando no sistema solar e aproximando-se de nosso planeta. Uma nave é enviada com missão de interceptar e e explorar a gigantesca nave e descobrir quais são os desígnios por trás de sua aparição. Serão hostis invasores ou arautos de uma nova era para a espécie humana? Mistério e beleza se fundem neste maravilhoso livro que nos leva a refletir sobre a importância do homem e da espécie humana como um todo na ordem do universo. Um clássico vencedor dos premios Hugo e Nebula. ·
O Enigma de Rama (Rama II) - Continuação de Encontro com Rama, narra as aventuras de uma nova expedição destinada a descobrir qual os propósitos ocultos atrás da segunda aparição de Rama.
O Jardim de Rama (The Garden of Rama) - Dando seguimento a saga de Rama, o livro narra a viagem dos tripulantes da segunda expedição (O Enigma de Rama) que são deixados para trás quando o resto da tripulação abandona Rama às pressas. Parte dos propósitos de Rama é finalmente revelado.
A Revelação de Rama - Último livro da série, aqui finalmente os propósitos dos construtores de Rama é decifrado. O berço dos Super-Humanos (Cradle - 1988) Escrito a duas mãos por Arthur C. Clarke e Gentry Lee, narra a história de três aventureiros em busca de um míssil secreto desaparecido encontram uma gruta submarina vigiada por baleias que parecem drogadas. Inicia-se assim uma aventura que o conduzirá pelos mistérios de um planeta com dois sóis, três luas, fantásticas criações e uma assombrosa revelação sobre o destino reservado para a humanidade.
Terra Imperial (Imperial Earth) - A narrativa se passa em Titã uma das luas de Saturno e colônia da terra e conta a história de um homem nascido na era interplanetária. Sua primeira peculiaridade é ter nascido sob um novo processo, já que não teve mãe, apenas pai. Já homem retorna à Terra. A ação de passa no século XXIII e decorre em ambiente cheio de enigmas e mistérios.

(The City and the Stars)

A Cidade e as Estrelas:  -Passou-se um bilhão de anos, o homem alcançou as estrelas, constituiu um império galáctico, mas vieram os invasores e o homem foi obrigado a abandonar todas as suas conquistas e refugiar no seu planeta de origem, e assim o homem volta e passa a habitar na última cidade do mundo, Diaspar. Uma sociedade fechada e imutável, com um bilhão de anos.
O Vento Solar - coletânea de contos. Inclui o premiado conto Encontro com Medusa.
O Terceiro Planeta - Coletânea de artigos e crônicas, que se inicia com um conto bastante interessante e elucidativo quanto aos parâmetros que são adotados pela ciência, intitulado Relatório Sobre o Planeta Três, onde tal documento é encontrado numa expedição arqueológica a Marte, revelando as razões para a não existência de vida na Terra.
As Fontes do Paraíso - Considerado pelo próprio Arthur Clarke como seu melhor romance.